quarta-feira, 17 de maio de 2017

terça-feira, 16 de maio de 2017

Amor e Prazer

O Querer Viver acontece, te usa e te joga fora! Amor e prazer são fixações da falta, a saber, meros atenuantes da instrumentação!

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Sobre Uma Breve História do Tempo – Stephen Hawking



Me parece, pela rápida vista, que dei no livro de Hawking, que se trata de um b,a, bá, de um blá,blá,blá, que se repete. Sua falta de conhecimento filosófico é notória, bem como a inteira decomplacência com o conceito ao qual sugere.

DNA de Jesus Cristo

Cientistas podem estar prestes a encontrar o DNA de Jesus Cristo

Ver as imagens
Seria mesmo possível encontrar o DNA de Jesus de Nazaré? A ideia parece ter saído diretamente de um filme de ficção científica, mas diversos cientistas estão se dedicando a pesquisas que podem levar à descoberta do DNA de Jesus.
George Busby, da Universidade de Oxford, no Reino Unido, trabalhou em um documentário do History Channel chamado ‘The Jesus Strand’, que estreou no país em 16 de abril.
Escrevendo para o The Conversation, Busby disse: “Em 2010, Kasimir Popkonstantinov encontrou o que ele acreditava ser um conjunto de ossos de um dos santos mais famosos: João Batista. Eu estava interessado no que a análise do DNA poderia nos dizer sobre aqueles ossos”.
“Quando Kasimir abriu o relicário, ele encontrou cinco fragmentos de ossos. O epitáfio na caixa menor, provavelmente usada para carregar os ossos durante as viagens, foi a evidência fundamental que o levou a acreditar que eles poderiam pertencer a João Batista”.

Igreja canonizará dois pastorzinhos de Fátima

Cem anos depois, Igreja canonizará dois pastorzinhos de Fátima

Por Brigitte HAGEMANN
Ver as imagens
O papa Francisco, no Vaticano, em 19 de abril de 2017
Dois dos três pastorzinhos de Fátima, em Portugal, que afirmaram ter presenciado várias aparições da Virgem Maria em 1917, serão canonizados em 13 de maio pelo papa Francisco no próprio local onde disseram que as mesmas ocorreram.
Cem anos após a primeira aparição, Francisco Marto e sua irmã Jacinta, que tinham nove e sete anos de idade, respectivamente, se converterão nos santos mais jovens da história da Igreja Católica que não morreram como mártires.
O anúncio, feito nesta quinta-feira no Vaticano pelo papa, foi recebido com entusiasmo em Portugal: "o centenário das aparições atingirá assim todo o seu esplendor!", reagiu o bispo de Leiria-Fátima, Antonio Marto.
Emocionados, os peregrinos presentes no santuário de Fátima, alguns aos prantos, deram às boas-vindas a esta "extraordinária notícia", segundo imagens da televisão.
Francisco, Jacinta e sua prima Lúcia dos Santos teriam visto pela primeira vez a Virgem Maria no dia 13 de maio de 1917, em um carvalho em um campo rochoso de Cova da Iria.
Nascidos em famílias muito humildades, os três pastorzinhos estavam longe de imaginar que se tornariam objeto de culto no mundo inteiro.
A cerimônia de canonização presidida por Francisco, esperado em Fátima em 12 de maio para uma viagem de menos de 24 horas, vai acontecer apenas 17 anos após a beatificação dos dois pastorezinhos por João Paulo II.
Este último reconheceu em 1999 como o primeiro milagre atribuído aos pastorzinhos a cura de Maria Emilia Santos, paralisada por 22 anos, que conseguiu se levantar de sua cadeira de rodas em 1989.
Para serem canonizadas, as crianças deveriam ser creditado com um segundo milagre pelo Vaticano. Isso aconteceu em 23 de março. Segundo a Rádio Vaticano, trata-se da cura "inexplicável" em 2013 de uma criança brasileira de seis anos que sobreviveu sem sequelas a uma queda de sete metros, apesar de ter sofrido um grave traumatismo craniano.
- Acusados de bruxaria -
Francisco morreu em 1919 e Jacinta menos de um ano depois, ambos vítimas da "gripe espanhola" que devastava a Europa. Lúcia, que se tornou freira da Ordem das Carmelitas, faleceu em 2005 aos 97 anos de idade. Seu processo de beatificação foi iniciado em 2008.
Praticamente analfabetos, os três pastorzinhos cuidavam do magro rebanho de sua família. Suas vidas mudaram totalmente quando se propagou em Portugal a notícia das "aparições".
Na época, foram acusados de bruxaria. Até mesmo a Igreja Católica questionou, em um primeiro momento, a natureza "milagrosa" de suas visões.
Depois, em 1930, finalmente declarou o acontecido como digno de fé e autorizou o culto de Nossa Senhora de Fátima.
Ainda hoje, parte do mundo católico português duvida da autenticidade das aparições.
"Eu posso ser um bom católico e não acreditar em Fátima, porque não é um dogma. É evidente que Nossa Senhora não apareceu em Fátima", declarou o padre Anselmo Borges, preferindo evocar uma "experiência religiosa interior" dos pastorzinhos.
- Três segredos -
Segundo a tradição, a Virgem apareceu outras cinco vezes ao longo do ano 1917 e nestas fez profecias, recomendações e entregou, na última ocasião, três mensagens conhecidas como "os segredos de Fátima".
A freira Lúcia revelou os dois primeiros segredos para um bispo em 1941. O papa Pio XII o fez públicos em 1942. O primeiro era uma visão do inferno e o segundo falava de uma guerra pior do que as já registradas até então.
O terceiro mistério se manteve em segredo durante muitos anos. Ele foi revelado em 1944 ao papa Pio XII com a recomendação de não torná-lo público antes de 1960.
Apenas foi revelado em 2000, precisamente em Fátima, e segundo o Vaticano se referia ao atentado sofrido por João Paulo II em 13 de maio de 1981 na praça São Pedro, no 64º aniversário da primeira aparição de Fátima.
Depois, durante uma visita a Portugal em 2010, seu sucessor Bento XVI atualizou o último segredo, dizendo que anunciava os "sofrimentos" da Igreja, então abalada pela crise dos escândalos de pedofilia.

https://br.noticias.yahoo.com/papa-vai-canonizar-crian%C3%A7as-pastoras-f%C3%A1tima-13-maio-131325287.html

Supremo Tribunal russo proíbe Testemunhas de Jeová

As Testemunhas de Jeová foram proibidas de atuar na Rússia e seus bens serão confiscados, após a decisão nesta quinta-feira do Supremo Tribunal, que considerou a organização como extremista
As Testemunhas de Jeová foram proibidas de atuar na Rússia e seus bens serão confiscados, após a decisão nesta quinta-feira do Supremo Tribunal, que considerou a organização religiosa como extremista.
Um líder russo das Testemunhas de Jeová, Iaroslav Sivoulski, declarou estar "chocado" com a decisão dos juízes e anunciou que a organização religiosa vai apelar.
"Não pensava que algo assim poderia acontecer na Rússia moderna, onde a Constituição garante a liberdade de religião", disse ele.
O ministério da Justiça russo havia apresentado uma ação no Supremo Tribunal considerando as Testemunhas de Jeová "uma ameaça para os direitos das pessoas, da ordem pública e da segurança pública".
O juiz Yury Ivanenko afirmou na sentença que a organização "deverá entregar à Federação russa suas propriedades".
"Nossos fiéis se encontram em uma posição muito incômoda. Correm o risco de ser levados ante a justiça", declarou Sivulski, que assegurou que os membros da organização continuarão se reunindo em segredo.
O grupo religioso afirma contar com 175.000 membros e 395 centros em todo o país, e já travou várias disputas com as autoridades russas nos últimos anos.
Em janeiro, o líder da organização na cidade de Dzerzhinsk foi multado por distribuir material considerado extremista pelas autoridades.
O governo russo dissolveu em 2004 um ramo da organização, uma decisão que a Corte Europeia de Direitos Humanos considerou em 2010 em violação aos direitos da religião e associação.
"Tememos que a lei contra o extremismo seja utilizada contra os fiéis que continuarem com suas reuniões para estudar a Bíblia", declarou à AFP Evgueni Kalinin, um membro da organização que estava na audiência do Tribunal.
Para a poderosa Igreja ortodoxa russa, as Testemunhas de Jeová são uma seita perigosa, devido à proibição de transfusões de sangue imposta aos seus membros, entre outras coisas.
A Igreja das Testemunhas de Jeová foi fundada em 1870 nos Estados Unidos por Charles Russel.
Se declaram cristãos e anunciam, através de campanhas incansáveis de porta em porta, a próxima chegada do Reino de Deus sobre a Terra. Mas não reconhecem a natureza divina de Cristo, o que provoca a rejeição de outras igrejas cristãs.


https://br.noticias.yahoo.com/supremo-tribunal-russo-pro%C3%ADbe-testemunhas-jeov%C3%A1-175036870.html

quarta-feira, 19 de abril de 2017

O Grande desafio da Filosofia hoje






O maior desafio para mim hoje, enquanto filósofo é tentar descobrir a essencialidade das coisas. Como consiliar substancia com a impossibilidade da coisa em si? Ora, ao unirmos o pensamento de Aristóteles e Tomás de Aquino com o de Heráclito e Parmênides percebemos uma necessidade crucial, a saber, descobrir como a coisa se particulariza no eterno vir-a-ser das coisas, ou seja, como determinar uma instância em que a coisa é o que é para a linguagem que a determina? como delimitamos o finito que aparentemente não muda de imediato no infinito das mudanças perpétuas? Este é meu desafio.

terça-feira, 18 de abril de 2017

A Verdade como pressuposto do pensar

Só há cristianismo onde existe liberdade de pensamento. Ora, ser cristão é estar, antes de tudo alicerçado na Verdade e não se pode chegar à Verdade sem pensá-la. Pois é necessário que a verdade seja um pressuposto do próprio ato de pensar, do contrário, tudo seria mera negação.

Diferentes

Somos apenas aquilo que nunca seríamos se fossemos diferentes! !

e se fossemos diferentes do q somos? como seríamos?

Discursos fantasiosos

Os discursos fantasiosos estão aí: nas famílias, nas escolas, nas mídias e nas igrejas. Chega de ensinarmos mentiras!

O eu e os outros

Há um conflito entre o "eu" e os "outros" que institui a individuação. Somos sempre "rejeição"!

O que somos nós?

O que somos nós? 
R: Possibilidades.

Democracia




O que é democracia? A vontade da maioria sobre a da minoria!

Páscoa








Duas palavras resumem o sentido da Páscoa para o contexto judaico-cristão, são elas: liberdade e esperança. Apesar de toda obscuridade que envolve tais termos, podemos entender que ser livre implica antes de tudo ter o domínio de si mesmo e que ter esperança implica em estar sob uma nova condição, a da firme certeza da fé. Mas por que a fé é firme e certa? Pelo simples fato de ser ela uma representação subjetiva de nossos mais profundos anseios e a imagem ideal para creditar realidade a todas as coisas.

A Cruz é o único símbolo capaz de demonstrar em si todo antagonismo





A Cruz é o único símbolo capaz de demonstrar em si todo antagonismo. Pois, é ela que expressa a mais profunda angústia ao mesmo tempo em que afirma a maior de todas as alegrias, a saber, a morte e a vida se fundem na Cruz de Cristo.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

cutus