sábado, 3 de junho de 2017

A Utopia Fenomenológica

No silêncio da consciência originária, vemos aparecer não apenas aquilo que as palavras querem dizer, mas ainda aquilo que as coisas querem dizer, o núcleo de significação primário em torno do qual se organizam os atos de denominação e de expressão. (MERLEAU-PONTY, 1999, p. 12).
Não se enganem! essa fenomenologia é linda na poesia filosófica que tanto é aceita nos meios da psicologia e ciências afins. Entretanto, nada podemos saber de um ser que nada diz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

cutus